Pular para o conteúdo principal
blog | Maior conforto e mobilidade segura no projeto de exoesqueletos |
|
Leitura de 2 minutos

O mercado de exoesqueletos está em um ponto de virada. Com o envelhecimento da população, o aumento das doenças crônicas e a escassez interminável de mão de obra, os exoesqueletos oferecem um potencial enorme. Na verdade, os relatórios de mercado estimam que o mercado de exoesqueletos crescerá a uma taxa composta de crescimento anual de quase 40% entre hoje e 2028, quando atingirá 3,7 bilhões de dólares.

Atualmente, os engenheiros estão trabalhando arduamente para desenvolver exoesqueletos que ajudem a restaurar o movimento de pessoas com deficiências motoras e até mesmo a aumentar o desempenho humano natural. Mas o segmento tem seus desafios. Como dispositivos vestíveis, os exoesqueletos precisam ser confortáveis, confiáveis e seguros; uma tarefa difícil considerando a sua mecânica extremamente complexa.

Os engenheiros devem considerar três critérios principais ao projetar exoesqueletos para viabilidade comercial: temperatura, segurança e mobilidade.

Manter as temperaturas operacionais baixas

Os engenheiros sabem muito bem que o calor gerado pelos motores pode ser um problema em aplicações sensíveis à temperatura. Ao contrário do projeto de máquinas tradicionais, no entanto, os engenheiros de exoesqueleto não têm as opções habituais de refrigeração do motor (ventiladores, água, isolamento, etc.) à sua disposição devido a restrições de tamanho e peso.

Embora os motores comuns operem a uma temperatura máxima de enrolamento de 155 °C, os motores escolhidos para o projeto do exoesqueleto devem funcionar adequadamente em temperaturas muito mais baixas, sem a vantagem dos sistemas de refrigeração acima mencionados. Infelizmente, os engenheiros de exoesqueletos muitas vezes se deparam com projetos de motores sem carcaça feitos para aplicações de robótica industrial, que funcionam a temperaturas que podem ultrapassar os níveis práticos para equipamentos de exoesqueleto, uma vez que entrarão em contato próximo com o corpo do usuário.

Em vez disso, os engenheiros devem encontrar motores com eficiência térmica que operem em temperaturas tão baixas quanto 50-60 °C para minimizar o impacto do contato próximo do corpo. Essas baixas temperaturas operacionais do enrolamento, no entanto, podem prejudicar drasticamente o desempenho de motores sem carcaça comuns. Os engenheiros devem trabalhar com um parceiro que não apenas ofereça motores com eficiência térmica, mas também ferramentas de projeto de motion que possam simular níveis de desempenho do motor em níveis especificados de torque, velocidade e temperatura. Isso permitirá um melhor planejamento para uma variedade de necessidades de aplicação e requisitos de dimensionamento de motores.

Dimensionamento para segurança e mobilidade

O dimensionamento é um dos maiores obstáculos para o projeto viável do exoesqueleto. Os engenheiros não devem apenas ter em conta as diferenças de tamanho inerentes à população humana, mas também devem manter os seus projetos o mais finos, aerodinâmicos e leves o quanto possível para permitir o máximo conforto, segurança e mobilidade.

Particularmente em aplicações de reabilitação médica, os engenheiros devem considerar que um usuário pode ter pouca ou nenhuma função em determinados membros. Aqui, projetos mais leves são cruciais para garantir a segurança em caso de quedas ou acidentes.

Projetos mais leves também são importantes para o conforto, especialmente se os OEMs esperam ampliar a adoção do exoesqueleto e para aplicações que exigem um uso mais sustentado ou regular do exoesqueleto. Por exemplo, trabalhadores e pacientes que utilizam exoesqueletos para reabilitação ou mobilidade não estarão dispostos a suportar peso excessivo, ou pressão desconfortável sobre o corpo. Além do desconforto, os projetistas devem considerar e reduzir os riscos comuns para o usuário, entre eles:

  • Lesão ou desconforto causado por atrito/contato direto entre o exoesqueleto e o usuário
  • Hiperextensão e esforço excessivo das juntas
  • Contato não intencional, colisão e exposição a vibrações

Por fim, projetos simplificados e elegantes são essenciais para permitir ao usuário navegar em espaços mais apertados e reduzir o risco do exoesqueleto ficar preso em objetos próximos.

Essas considerações estritas de tamanho e peso exigem motores sem carcaça que sejam compactos, mas potentes o suficiente para atender às necessidades de determinada aplicação de exoesqueleto.

Motores projetados para exoesqueletos

A maioria dos motores sem carcaça e de alto desempenho é projetada para automação geral ou, na melhor das hipóteses, aplicações de juntas robóticas – e, portanto, podem não atender às demandas mais restritas dos projetistas de exoesqueletos. Os motores TBM2G da Kollmorgen, no entanto, foram feitos para a tarefa.

Eles fornecem torque consistente em toda a faixa de velocidade — tudo em um pacote mais compacto. Os engenheiros desfrutarão de alto desempenho dentro da faixa de temperatura exigida, sem precisar superdimensionar o motor. Os motores TBM2G foram feitos para se integrarem facilmente com mecanismos do tipo acionamento harmônico mais comumente usados em juntas de exoesqueleto, com sensores Hall integrados opcionais, que não aumentam o comprimento do motor.

Por fim, os motores TBM2G estão disponíveis em sete diâmetros, que variam de 50 mm a 115 mm e três comprimentos de pilha, de 8 mm a 26 mm, de forma que os OEMs de exoesqueleto possam escalar mais facilmente para atender a diversos tamanhos humanos e requisitos de aplicação.

A escolha do parceiro certo

Quando se trata de engenharia de exoesqueletos, selecionar o parceiro certo é tão importante quanto os componentes do projeto em si. À medida que se acelera o desenvolvimento do mercado de exoesqueletos, a Kollmorgen ajuda os engenheiros a se manterem na vanguarda.

A Kollmorgen é a líder global em design e fabricação de motores sem escova e sem carcaça, com a seleção do motor, orientação de engenharia e serviço para apoiar todas as aplicações de exoesqueleto.

Entre em contato conosco para tratar das suas necessidades e objetivos com um especialista em exoesqueleto da Kollmorgen.

Consulte um especialista

Série TBM2G sem carcaça

Esses motores sem carcaça de última geração oferecem alta densidade de torque para seu pacote eletromagnético mais compacto e leve, dimensionamento padrão para acoplamento harmônico e design escalável para mantê-lo no topo de suas necessidades de produção global.

Descubra Mais

Engenharia excepcional

A Kollmorgen acredita no poder do Motion Control e da automação para construir um mundo melhor.

Descubra Mais

Recursos Relacionados

Exoesqueletos em escala: acelerando a transição da P&D para a produção plena >

O mercado de exoesqueletos ainda está engatinhando, mas evoluindo rapidamente e cheio de oportunidades. É uma faca de dois gumes para os OEMs que precisam identificar as aplicações mais impactantes e operacionalizar com sucesso a produção em larga…
Avanços na tecnologia de exoesqueleto: principais considerações sobre movimento e projeto de motor

Avanços na tecnologia de exoesqueleto: principais considerações sobre movimento e projeto de motor  >

Quando se trata de exoesqueletos, o projeto de movimento e a seleção do motor são etapas decisivas no processo de engenharia. Aqui exploramos as principais considerações e insights para o sucesso.

Acelerando o desenvolvimento da próxima geração de próteses e exoesqueletos >

A Humotech foi fundada em 2015 a partir de uma simples pergunta: em vez de construir protótipo após protótipo, e se os engenheiros pudessem avaliar o design de próteses, órteses, exoesqueletos e outros conceitos de máquinas vestíveis, programando um…

Motion compacto e eficiente alimenta um robô submersível para inspeção de tanques de armazenamento de combustível em operação >

A Kollmorgen tem ajudado muitas empresas em uma variedade de setores a aumentar o desempenho, a qualidade, a produtividade e a reduzir custos. Leia sobre os sucessos de nossos parceiros aqui.

Três dicas para acelerar o desenvolvimento de humanoides - do conceito ao protótipo e a produção  >

Robôs humanoides se tornarão uma oportunidade de mais de US$ 6 bilhões nos próximos 10 a 15 anos.1 Muitos laboratórios, entidades de pesquisa e startups já perceberam isso e estão correndo para desenvolver conceitos e protótipos antes de seus…

Construa um humanoide melhor, com motion leve e de alta densidade de torque projetado para robôs  >

Em pouco tempo, os robôs humanoides passaram da ficção científica para uma oportunidade de mais de US$ 6 bilhões. Aprenda como fazer sucesso em um mercado que cresce exponencialmente, resolvendo desafios de motion que vão muito além dos requisitos…

Robôs humanoides: do design à entrega >

Os robôs humanoides prometem melhorar a vida e o trabalho de milhões de pessoas. Mas criar um design que execute tarefas com destreza humana e resistência sobre-humana, e depois levá-lo com sucesso o mercado, significa resolver vários desafios de…
Mantenha seu robô de campo trabalhando por mais tempo e com mais força

Mantenha seu robô de campo trabalhando por mais tempo e com mais força  >

Da manutenção e reparo de infraestrutura de águas profundas à inspeção de bacias de águas residuais De locais de petróleo e gás arriscados a canteiros de obra sujos e perigosos. Da coleta de amostras de pesquisa a buscas e resgates em áreas de…
Otimizar o servomotor pode tornar seu robô agrícola mais preciso e produtivo

Otimizar o servomotor pode tornar seu robô agrícola mais preciso e produtivo  >

Saiba como os motores sem carcaça prontos para robôs da Kollmorgen possibilitam robôs agrícolas mais rápidos e dinâmicos, que aumentam a produtividade e a lucratividade agrícola.