Back to top

Um controlador de motion é um dispositivo programável que gerencia motores e drives eletrônicos conectados para executar funções específicas de automação e controle de máquinas.  Os controladores de motion podem variar de chips de microprocessador muito simples incorporados à eletrônica de impressoras 3D a sofisticados sistemas CNC de multieixo que operam centros de usinagem de precisão.

Para fabricantes que estão buscando oferecer funcionalidades de personalização, a verdadeira personalização em massa para o tamanho de um lote exigirá mais do que adquirir os mais modernos equipamentos ou impressoras 3D. É importante entender toda a cadeia de suprimentos envolvida, da idealização e do design do produto até a fabricação e a logística.

Quando e como personalizar um servomotor padrão depende dos benefícios previstos derivados da personalização que devem incluir uma solução ligada à forma, ajuste e função. Saiba mais.

Uma alternativa para personalizar um servomotor é utilizar um motor sem carcaça e integrar diretamente na própria máquina. Saiba mais em nosso novo post no blog.

Qual é a melhor tecnologia de motores para ser utilizada em aplicações de controle de motion? Existem inúmeras tecnologias para a criação de motion, da hidráulica até a pneumática ou a eletromecânica. No mundo do controle preciso de motion, muitos designers de máquinas têm de escolher entre as tecnologias de motores de passo ou de servomotores para atender suas exigências de desempenho. Tanto os motores de passo quanto os servomotores têm seu lugar no mundo do controle de motion. No entanto, saber quando utilizar cada tecnologia tem gerado um intenso debate.

Da superfície de Marte até as profundezas do oceano, do centro da Terra até o centro do corpo humano, os sistemas de movimento da Kollmorgen encaram os ambientes mais extremos.

Existem vários requisitos de desempenho que devem ser considerados ao selecionar um motor de passo para uma aplicação. A ferramenta Otimizador do motor de passo é a maneira mais rápida e confiável de determinar essas necessidades.

Existem várias considerações ao escolher um atuador linear Direct-Drive para uma aplicação específica, como a velocidade, a força, o perfil de movimento, o espaço físico disponível e os fatores ambientais necessários. Isso significa que a solução do atuador escolhida deve produzir os requisitos de força e velocidade de carga, caber no espaço disponível e ter desempenho conforme exigido nas condições ambientais submetidas à aplicação.

Um motor de passo é um motor síncrono sem escovas de duas fases simples contendo um rotor magnetizado segmentado e um estator consistindo em um número prescrito de bobinas eletromagnéticas. Quando energizadas, essas bobinas criam polos norte e sul que empurram ou puxam o rotor magnetizado segmentado para fazê-lo girar.

Um atuador linear Direct-Drive, usando um servomotor linear de ímã permanente, produz força e velocidade com base na corrente e na tensão fornecidas e gera um movimento linear ao longo do eixo sendo acionado. Um servomotor linear funciona como parte de um sistema de malha fechada, fornecendo a força e a velocidade comandadas por um servodrive e utilizando um feedback para fechar a malha de controle. Em termos simples, um servomotor linear se comporta de forma idêntica a um servomotor rotativo, ele é simplesmente estendido plano e reto.

Pages

Blog Taxonomy Helper

Aplicações
Dicas de Instalação
Embalagem
Engenharia
Geral
Haberleşme
História
Interconectividade
Médico
Movimento Embutido
Negócio
Óleo e Gás
Parcerias Universitárias
Regulamentos Alimentares
Robótica
Tecnologia
Veiculos Guiados Automatizados
Subscribe to Blog in Motion